• Laís e Mariana (5ºA)

A descoberta da solidariedade!


Nossas resenhas de hoje trazem a solidariedade como tema e a descoberta da leitura por duas meninas muito sensíveis, Laís e Mariana. Ler é, também, se tornar mais humano.

Com vagareza e com espanto

Você já ouviu falar em solidariedade? Se não, recomendo esse livro.

Esse livro conta a história de Duda, uma garota que ama ficar na casa de seus avós, brincar com seus amigos, se divertir muito com Penha e Sô Francisco. Mas o assunto pelo qual ela se interessava mais era o mistério da vida dos seus amigos. Por que eles não chegavam cedo para brincar? Por que ela não podia ir na casa deles? Será que o túnel mal-assombrado tem alguma coisa a ver com eles?

O livro tem um ótimo exemplo de solidariedade, esse foi o assunto que mais me interessou quando eu peguei o livro. Quando eu comecei a ler, fiquei um pouco confusa, porque a autora começou a história sendo bem direta. A cada dia que eu lia, ficava mais interessada pela história, pois queria muito descobrir o mistério. Amei muito essa história e espero ter outra oportunidade como essa!

Laís

Com vagareza e com espanto

Este é um livro extraordinário, de uma autora extraordinária e ilustrações extraordinárias! A autora Edna Bueno escreve muito escreve muito bem. O livro fala sobre três amigos que, sem perceber, praticam a solidariedade e o bem-querer quando estão juntos.

Esse livro falou de coisas maravilhosas que quando eu terminei de ler, saí outra pessoa. Esse livro me tocou e, se você ler, vai tocar você também! Está pronto para entrar no mundo da imaginação com vagareza e com espanto?

Mariana

Ficha Técnica:

Autora: Edna Bueno

Ilustrador: Luciana Grether Carvalho

Editora: Escrita Fina

Número de páginas: 60

Criança, eu passava férias em uma fazenda que tinha sido do meu avô. Neta caçula, não cheguei a conhecer esse avô nem os tempos dele na fazenda. O que conheci já era uma casa velha, com goteiras, sem água quente pro banho. Poucos animais, uma horta, que encanto. Dos 11 aos 13 anos cheguei a morar nesse lugar, aí numa casinha melhor. A maior maravilha foi quando comecei a ler e descobri que a vida na fazenda era muito parecida com o Sítio do Picapau Amarelo. Vida e livro andavam assim, lado a lado, um no outro. Gostava de ler, me sentia dentro do livro, vivia mesmo a história. Na estante grande do corredor de casa, os livros de criança ficavam ao nosso alcance, meu e dos meus irmãos.

Também aprendi a gostar muito do mar. Meu pai velejava, meus irmãos ainda velejam. Mar e horizonte. Montanhas e segredos. Natureza. Sempre tive um jeito aluado, às vezes minha cabeça está mesmo nas lonjuras. Não parece, mas sou ligada, sou atenta. Cada um do seu jeito, o meu é assim. E foi assim que comecei a gostar de escrever: lendo e aluando. Gostava de fazer redações. Escrevia uns textos e guardava, até me aventurei pela poesia. E acabei me formando em Engenharia Química e trabalhando na área por 21 anos, mas não gostei muito não. Finalmente, em 1999, passei a me dedicar somente à Literatura. Descobri, então, que minha infância estava muito forte dentro de mim porque isso foi saindo nas minhas histórias. O bom é achar o que tem sintonia com a gente, tudo funciona melhor, somos mais criativos. A minha sintonia é com a Literatura. Hoje leio, escrevo, estudo. Ler e escrever me dão sentido e alegria.

Edna Bueno

Olá, meu nome é Laís, tenho 10 anos e hoje vou contar um pouco sobre mim. Bom, pra começar vou falar o que gosto de fazer no meu tempo livre. Eu gosto de ler, brincar e passear, pois todas essas coisas me distraem. Os meus gêneros de livros preferidos são uspense e poema. Durante minha infância inteira me meti em trapalhadas engraçadas, como o dia que eu peguei o batom da minha mãe e pintei a parede inteira com ele, eu lavava a mão na privada, brincava com amigos imaginários e amava descobrir coisas novas. Os meus sonhos para o futuro são: ser independente e morar fora do país, viajar bastante e aproveitar a vida.

Laís

Olá, meu nome é Mariana e eu amo literatura juvenil, mas também gosto de brincar e não nego que gosto de jogar jogos. Eu aprendi a ler com 5 anos e meu primeiro livro grande foi de 3, 4 páginas e eu tinha 8 anos (nunca vou me esquecer). Esse livro é de uma coleção que atualmente tem 13 livros e faltam 4 para eu terminar. Bom, mas chega de falar de livros e vamos falar de brincadeiras. Eu amo brincar de boneca, jogar jogos, Barbie, andar de patins e bicicleta e etc. Meu maior sonho para o futuro é crescer bem!

Mariana


55 visualizações