• Victor D. - 5º A e Cauê 5º B

De volta ao Oeste!


Estamos de volta ao Oeste brasileiro pelas palavras de Mazé Torquato Chotil, uma querida autora e colaboradora do nosso blog! Nossos resenhistas de 2018 viajaram pela literatura e voltaram ao passado para descobrir essa nossa região. Vamos conhecer essa grande aventura com Cauê e Victor D., dois garotos que gostam muito de videogame e aceitaram o desafio de mergulhar no mundo das palavras.

Família aventureira

A história conta sobre a família de Mazé, que morava no Ceará e partiu em uma viagem com vários obstáculos, até chegar ao Sudeste e Centro-Oeste do Brasil, em busca de uma vida melhor com o seu marido e seus quatro filhos. Durante essa grande aventura teve falta de dinheiro , falta de comida e algumas pessoas da família dela faleceram. Este livro me fez pensar como a vida era diferente de hoje em dia, e como foi sofrida a vida de sua família. Gostei muito desse livro pois isso é uma história real e representa a vida de várias famílias que vem para o Sudeste, por exemplo, em busca de uma vida melhor.

Uma história carregada de conhecimento e emoções

Muito mais do que uma simples leitura, esse livro traz uma história emocionante com muitas aventuras e desafios.

Este livro conta sobre uma menina filha de cearenses que queria viver na cidade, pois não gostava de certos costumes e hábitos de onde ela morava. Por sorte ela não morava muito longe da metrópole, mas sabia que a vida na cidade de São Paulo não era muito fácil para um nordestino, ela tinha coragem e não ia desistir. A autora faz uma pequena referência aos imigrantes, que foram pessoas que ajudaram a formar a cultura do nosso país.

Como meu tipo de leitura é ficção-científica, pois eu gosto de histórias de outro mundo, o livro não me chamou muito a atenção, porque a autora utilizou uma linguagem muito formal. Eu indico esse livro para quem gosta de assuntos de Geografia misturado com História que abranja acontecimentos históricos com as regiões!

Ficha técnica do livro

Autor: Mazé Torquato Chotil

Título: Minha Aventura na Colonização do Oeste

Editora: ADC

Número de páginas: 120

Agora é hora de conhecermos a autora e os resenhistas:

Nasci no Sul do Mato Grosso, em 1958, lugar que em 1979 foi transformado no Mato Grosso do Sul. Portanto, hoje, digo que sou Sul-mato-grossense. Nasci dentro da floresta que os colonizadores, como meu pai, derrubaram pouco a pouco as árvores – não todas – para formar seus sítios. Meus primerios anos foram vividos neste lugar em contato com a natureza.

Antes da idade de ir para a escola, fui morar no vilarejo que os colonizadores desejavam transformá-lo numa grande cidade. Foi lá que, brincando/trabalhando como vendedora, tive contato com muita gente e com minhas primeiras leituras. Aprendi a ler e, desde então, não deixava de ler tudo que via pela frente. Muitos jornais com os quais embrulhava os produtos. Mas um dia meu irmão mais velho teve a ideia de criar uma associação-biblioteca de gibis. E eu, com a intenção de ler todos eles, ajudava-o a registrar os empréstimos aos membros da biblioteca. Depois, abriu uma banca de revista. Aí, gibis, livros, jornais... que prazer! O mundo inteiro se abriu a mim. Em seguida vieram as bibliotecas...

Mazé Torquato Chotil

Eu me chamo Cauê e tenho 9 anos. Meu tipo de leitura é humor. Ggosto de jogar futebol e videogame minha infância é jogar futebol e no futuro quero ser jogador de futebol ou jogador de videogame profissional .

Olá, meu nome é Victor tenho 10 anos e moro em Santos-SP. Gosto de ouvir kpop (pop coreano) e jogar videogame. Quando era pequeno meu irmão trouxe um PS2 para nos jogarmos e era só diversão, meu pai brincava também, sem entender muito. Aquilo rendeu altas risadas e passando um tempo ele me apresentou LOL ou League of Legends, fui jogando muito, mas sem entender direito. Depois de muito tempo comecei a jogar bem e por causa disso quero ser da Kabum e não ligo para quem disser que é impossível, pois acredito no meu sonho.

Victor D.


49 visualizações