Liberdade para imaginar

17.12.2017

 

 

         Uma história doce, para fazer nossa imaginação viajar, foi isso nossos resenhistas descobriram lendo O menino que virou fantoche. Um livro cheio de encantamento e magia. Conheça agora o que Isabelle e Enzo acharam dessa leitura incrível.

 

 

Um livro escrito pela autora, inspirado por seu filho

 

O menino que virou fantoche é um livro sobre um menino que sonhava em ser fantoche para morar em um baú de histórias. Ele queria viver aventuras incríveis, voar nas costas de dragões, conhecer reinos distantes, brincar de encher o cheio e esvaziar o vazio.

A história é muito bonita, o menino tem uma imaginação muito forte. Esse livro vale muito a pena você ler, pois ele é muito cativante e quando eu li, fiquei muito surpreendida, você quer saber o porquê? Então leia você mesmo e comente no blog com #omeninoqueviroufantoche, o que você achou e espero que você se encante com o livro também.

 

Isabelle

 

Curto, mas grande

 

Você, como eu, gosta de imaginar, certo? Então, você já pensou em virar um personagem? É isso que acontece com um menino que de tanto gostar de imaginar recebe uma visita inesperada e acaba virando as coisas que ele mais queria ser.

Já contei um pouco sobre a história e está na hora de eu dar a minha opinião. Eu achei o livro curto, mas bem legal. Ele tem uma escrita simples e doce. Além disso eu acho que se uma criança pequena  lesse o livro ela iria se encantar, pois ele tem uma grande história apesar de ser curto. Então é isso.

Enzo

 

Ficha Técnica: 

Editora: Franco Editora

Autor: Alessandra Pontes Roscoe

Ilustrador: Meri

Número de páginas: 16

 

 

       Vamos conhecer a autora e nossos resenhistas?

 

       Alessandra Pontes Roscoe é jornalista, escritora e mãe de três filhos. Descobriu nos livros a alegria de poder habitar mundos inventados, primeiro como leitora, depois como escritora e, ultimamente, também como mediadora de leituras. Além dos livros que escreve, a autora desenvolve vários projetos, oficinas e trabalhos, sempre tendo a leitura literária e as histórias como ponto de partida. A inspiração para os livros e músicas vem das situações vividas no dia a dia, das lembranças e memórias da infância ou até das conversas cotidianas com a família e os amigos! Desde 2007, a autora mantém um canal direto de interação também com seus leitores no blog: www.contoscantoseencantos.blogspot.com.

 

 

 

         Olá, meu nome é Isabelle e tenho 11 anos. Eu gosto muito de ler livros de filmes, como um que sou muito apaixonada, que é o filme A Maravilhosa Fábrica de Chocolate. Quando eu era pequena, eu comia uma comida indiana chamada samosa, mas quando eu mudei de cidade isso não foi mais possível, pois não havia nesse município.

        Quando eu crescer, quero me formar em culinária e me tornar uma grande chef, mas se isso não for possível, tenho três alternativas: ser estilista, modelo ou atriz.

 

         Oi, meu nome é Enzo. Tenho 10 anos e gosto de jogar futebol, ficar com meus amigos ver vídeos,  viajar. Um dos gêneros que eu gosto de ler é comédia e aventura. Uma das coisas que eu gosto na minha infância é ir na escola e poder brincar e não ter dor nas costas. Eu  quero, no futuro, escrever um livro e me tornar um prático* ou um astrônomo.

 

*Prático: O prático  é um profissional habilitado por concurso público elaborado Marinha do Brasil e que possui o conhecimento das águas em que atua, com especial habilidade na condução de embarcações.

Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Praticagem

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Please reload