Quem tem medo de um lagartixão?

05.11.2019

 

 

 

         Um projeto que une duas culturas tão diferentes só podia resultar num livro belíssimo! Em esloveno ou português, a lindeza do projeto gráfico de Pablo Borges, herdeiro do talento do pai, mestre J.Borges e com uma história que encanta crianças de qualquer lugar do mundo, nossa resenhista Fernanda também sucumbiu à magia de um mundo de fantasia. Vamos conhecer um poco sobre o nosso Vlado?
 

 

Um bichinho de estimação

 

             Vlado é um livro bem legal. Ele é um livro de mistério. Conta a história de uma família, dois pais, uma irmão mais novo e outro mais velho, que acham um bichinho e falam que é uma lagartixa, mas na verdade é um bicho bem mais assustador. O que vocês acham o que é?

            Minha opinião: como eu gosto de livros de mistérios eu amei esse livro. Ele é escrito em duas línguas, e isso, é bem legal para as pessoas de outros países verem a criatividade de Bibi Fiúza (Kuri).

 

 

FICHA TÉCNICA:

Título: Vlado

Autor:Bibi Fiúza (Kuri)

Tradução para o esloveno: Barbara Jursic

Ilustração: Pablo Borges

Número de páginas: 57

Editora: Caleidoscópio

Curadoria: Kátia Gilaberte e Caleidoscópio Edições

 

                      Um pouco mais sobre esse projeto:

 

              Vlado é um projeto lindo que integra culturas, promove a paz, dialoga com o popular e o erudito e, primordialmente, realiza sonhos.

                   O texto é de Bibi Fiúza (Kuri) e foi criado a partir do seu contato com imagens da Eslovênia. Pablo Borges, do Memorial J Borges, materializou essas imagens em xilogravuras talhadas na madeira e impressas em papel branco com tinta preta de acordo com a tradição popular do Nordeste do Brasil. Houve tratamento dessas imagens e Eduardo Souza as coloriu. Ele e Gabriela Araujo conceberam o projeto gráfico e contaram com o apoio carinhoso e competente da tradutora Barbara Jursic - que fez a tradução para o esloveno. Katia Gilaberte, que já viveu na Eslovênia e ama o país, fez a curadoria do livro junto a Caleidoscópio Edições. A Gráfica FacForm, de Pernambuco, assumiu o compromisso de ser nossa fábrica de livros e ainda nos presenteou com uma linda textura na capa.

 

                 Ficou com vontade de ler? É só clicar no link da editora:

 

                 http://www.caleidoscopio-editora.com.br/m/vlado-184410/p

 

 

              E um pouco mais sobre a resenhista e sobre a autora:

 

         Oi, meu nome é Fernanda. Tenho um irmão mais novo chamado Thales e uma irmã mais velha chamada Geórgia. Eu gosto de diários como: Diário de um Banana, O Diário de uma Menina Nada Popular entre outros.

 

 

 

                Bibi Fiúza (Rio de Janeiro, 4 de setembro de 1948) é Maria Beatriz Farias de Souza, conhecida pelo pseudônimo de Kuri. Poeta e psicóloga brasileira.

Graduou-se em Psicologia pela Universidade Gama Filho em 1973. Mais tarde, em 1979, concluiu o curso de Comunicação Social pela PUC-RJ. Seu livro de estreia, Luga Nenhum (1968), teve apresentação de Nestor de Holanda e prefácio de Vinícius de Moraes.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Please reload