Argay (Vem)


Nossa leitura de hoje aproxima a África de nós. Argay quer dizer « Vem » em língua pulaar. Muitas travessias faremos no mundo da leitura e uma das principais é ultrapassar os preconceitos e nos entendermos irmãos. Amizade e descobertas são os temas das nossas resenhas, com direito a um belíssimo clipe de Frères Guissé sobre amor, escravidão e solidão. Vem com a gente!


Catarina e o lagarto

Este livro é muito bom pois tem uma história muito interessante e onde acontecem muitas coisas em relação a amizade entre Catarina, Carlos e Ana, por isso eu achei muito legal. Logo me interessei, pois sua capa é muito bonita e ao ler o prefácio achei a história bem interessante, suas ilustrações são muito boas e resumindo ele é muito bem escrito e ilustrado. Trata-se de uma menina chamada Catarina e seus amigos, Aniceto, Carlos e Ana. Na história principal, Catarina foi passar as férias na casa de sua avó e lá descobriu a história do Aniceto e sua antiga dona Tchissola que era angolana. Catarina descobriu que na praia havia uma família angolana, lá ela fez amizade com Carlos e Ana. Depois de se tornarem amigos, Catarina pediu a sua mãe para convidá-los para sua festa de aniversário, que estava próxima. Mas sua mãe disse que não iria convidá-los e que ela não deveria fazer amizade com eles, pois eram negros. Mas sua avó disse que seus pais também eram negros.Este livro ensina as pessoas a não serem preconceituosas e a respeitar a todos. Se você quiser saber o final da história, compre o livro e faça novas descobertas!


Arthur P.

Catarina e o lagarto


Olá pessoal! Hoje vou contar um pouco sobre o livro Catarina e o lagarto, mas não posso dar spoiler. Bom, o livro, no começo, conta mais ou menos sobre a família, uma sábia avó, Bela e seu lagarto brincalhão, o Aniceto.

Catarina e sua avó descobrem a África e realmente adoraram o lugar. Descobriram tanto que conhecem uma família africana, alegre e feliz, na beira do mar, formada por uma mulher, uma criança e um bebê, que mostra que todos nós podemos ser amigos do próximo.

Agora é hora dos pontos positivos e negativos. Para mim o livro é ótimo, as letras e uma coisa que também gostei foram as ilustrações. As páginas têm imagens reais e o melhor é que se encaixam direitinho na história. O único ponto negativo é que não tem tantas páginas. Eu adoraria que tivesse mais páginas porque gostaria de me aventurar e conhecer um pouco mais a história!


Lucas C.

Ficha Técnica: Escrito por Katia Gilaberte Ilustrado por Bruna Assis Brasil Editado por All Print Editora 24 Páginas

Katia Gilaberte ,José Eduardo Agualusa e Aniceto

Meu nome é Katia Gilaberte. Sou carioca da gema, mas hoje vivo em Recife, Pernambuco.

Em russo, Katia é o diminutivo de Catarina (ou Ekaterina), o mesmo nome da protagonista do meu primeiro livro infantil. Desde muito pequena, tomei gosto pela leitura. Os livros me faziam sonhar, explorar mundos desconhecidos. Curiosa como a Catarina, escolhi a carreira de diplomata, que me permitiu conhecer 71 países. Morei no Japão, na Alemanha (ainda dividida em Ocidental e Oriental), na Bolívia, na Rússia, no Senegal, na Bélgica e na Eslovênia.

No Senegal, descobri a África, e apaixonei-me pela cultura africana, sobretudo, pela música. Casei-me com um músico senegalês. Também escrevo desde criança, embora tenha publicado muito pouco. Em geral, escrevo contos adultos, mas mais recentemente tenho-me voltado para o universo da literatura infantil.

Fico triste ao perceber o racismo que ainda há no Brasil e a tendência que temos de enaltecer nossos antepassados europeus, mas esconder nossos ancestrais africanos. Por isso escrevi Catarina e o lagarto. Acredito que devemos orgulhar-nos de nossas raízes, sejam elas europeias, indígenas, africanas, asiáticas. Espero que meu livro possa ser uma contribuição nesse sentido.



Oi! Meu nome é Arthur, tenho 10 anos e gosto de jogar vídeo game e brincar com meu pai. Ser criança é muito legal, pois não tem que se preocupar com as contas e com o trabalho. Quando eu cresce